• Leandro Jesus

Visão HOLÍSTICA da Gestão de Riscos®


COMO VOCÊ EXPLORA OS RISCOS DA SUA EMPRESA?

Introdução:

Esse novo comportamento tem gerado a aplicação de mecanismos com o intuito de não apenas detectar e mensurar possíveis problemas, como também oferecer recomendações de melhorias. Entre esses mecanismos destacam-se a cultura organizacional, controles internos e gestão de riscos. Essas expressões estão incorporadas ao vocabulário de executivos e tomadores de decisões das empresas.

As organizações estão susceptíveis à mudanças cada vez mais complexas e imprevisíveis e sujeitas a incertezas em todos os elementos do sistema, principalmente nos objetivos e no ambiente que estão inseridas.

Gerenciar uma empresa, nada mais é do que gerir o universo de riscos inerentes ao seu negócio, visando mitigar, transferir ou eliminar a existência de impactos e ou perdas financeiras e sucessivamente para aumentar a sua probabilidade de sucesso. Neste contexto, a gestão de riscos empresariais se apresenta como base para um modelo das boas práticas de governança..

Também sabemos que, “Risco está relacionado à escolha, não ao acaso, pois decorre da incerteza inerente ao conjunto de possíveis consequências (ganhos e perdas) que resultam de decisões tomadas diariamente pela organização”, onde toda organização está situada num universo de riscos.

Conceitos:

O termo holismo origina-se do grego holos, que significa TODO. A visão HOLÍSTICA de uma empresa se equivale a se ter uma "imagem única", sintética de todos elementos da empresa, que normalmente podem ser relacionados a visões parciais abrangendo suas estratégias, atividades, informações, recursos e organização (estrutura da empresa, cultura organizacional, qualificação do pessoal, assim como suas interconexões). A visão Holística dos riscos tem como base que, a empresa não pode mais ser vista como um conjunto de departamentos que executam atividades isoladas, mas sim como em conjunto único, um sistema aberto em contínua interação entre os gestores para a tomada de decisão tática mais eficaz‼️ Na visão holística, os controles dos processos e gestão de riscos nas empresas devem ser analisados pelo todo e não isoladamente. Ou seja, reunir os componentes dessa forma é reconhecer a importância da abordagem integrada.

Vantagens estratégicas:

A continuidade da abordagem integrada permite vantagens estratégicas no competitivo cenário globalizado, que contribuem para a eficiência e melhoria nos processos e, consequentemente, dos resultados. Isso garante competitividade, sustentabilidade, governança, gestão de risco, redução de custos e erros para os negócios. (Por Wagner Fachetti) Atualmente, as empresas investem de modo mais consciente, visando obter benefícios de negócios, tais como aumento da eficiência operacional, melhores níveis de serviço, maior agilidade ou menores riscos para as operações. Se há um tema em que os gestores das empresas devem tomar atenção diariamente, é a presença e o efeito do risco em todas as decisões estratégicas, táticas e operacionais nas empresas e ter uma visão de que a sua gestão não se restringe a busca de proteção do negócio e sim, conhecer as operações "PROCESSOS", identificar, avaliar e tratar os “RISCOS” com planos de ações práticos….

10 princípios:

Além disso, teremos que nos atentar para 10 princípios que devem ser base do monitoramento tanto no diagnóstico quanto no processo da visão HOLÍSTICA de gestão de riscos nas companhias, sendo: 1º - Entender que o risco está em todos os lugares. 2º - Antecipação e avaliar que o risco é uma ameaça e uma oportunidade. 3º - Observar que somos ambivalentes com relação ao risco e nem sempre racionais em nossa maneira de avaliar ou lidar com ele. 4º - Saber que os riscos não são gerados de uma única maneira. 5º - Saber que os riscos podem ser mensurados. 6º - Ter uma boa mensuração, identificação e avaliação dos riscos para que esta possibilite ao gestor tomar melhores decisões. 7º - Entender que a chave do sucesso para uma boa gestão de riscos está em decidir quais riscos devem ser evitados, quais devem ser transferidos e quais devem ser explorados ou mitigados. 8º - Entender que a recompensa da melhor gestão de riscos é um maior valor da empresa, onde temos a visão holística dos riscos existentes no negócio. 9º - Compreender que a gestão de riscos é um trabalho de todos e que a disseminação da cultura de riscos e controles, torna-se prioridade máxima nos dias atuais para o sucesso empresarial. 10º - Saber que as organizações que assumem riscos com sucesso não chegam lá por acaso.

Se há um tema em que os gestores das empresas devem tomar atenção diariamente, é a presença e o efeito do risco em todas as decisões estratégicas, táticas e operacionais nas empresas e ter uma visão de que a sua gestão não se restringe a busca de proteção do negócio e sim, conhecer as operações "PROCESSOS", identificar, avaliar e tratar os “RISCOS” com planos de ações práticos

Conclusão:

Portanto, a gestão de riscos e controles internos deve promover alterações na forma de pensar, agir e aplicar políticas e processos, as quais devem estar fundamentadas em boas estratégias e no fortalecimento do ambiente de controle das empresas. Certamente, essa cultura se adotada uniformemente, trará benefícios na geração de resultados para os investidores e melhoria da gestão do conhecimento dos colaboradores. Com isto, os gestores de riscos e governança e compliance das empresas não devem perder mais tempo, e ter já uma VISÃO HOLÍSTICA DOS RISCOS para poderem oferecer vantagem competitiva as suas empresas, caso contrário nosso setor ficará restrito no nível operacional. Fonte: Livro de Gestão Estratégica do Risco, autor Aswath, Damodaram. Www.coso.org TCC: Olavo Viana Cabral Netto UMA VISÃO HOLÍSTICA DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

#comunicaçãoorganizacional #GestãoEmpresarial #GestãodeRiscos #riscos #GovernançaCorporativa #Auditoria #ConselhodeAdministração

0 visualização

© Criado em 2010 por Agência 1a+.